Nessa terça feira dia 9 de dezembro foi ao ar o blog fofo da Larissa Queiroz, incentivada pela sua professora de Português a criar um blog .

Dá uma olhada no primeiro post:


"Espectro visível da luz - Arco-íris"



Todo mundo já ouviu falar do "Espectro visível da luz", independentemente de como o chamaram.  Nas aulas de química ou física na escola, ou quando a professora do jardim te pedia pra fazer um desenho -Que naquela época o que mais importava e o que te impressionava era apenas como tão bonita e colorida tinha ficado a pintura. 


Bem... ainda existem pessoas por aí que continuam vendo por essa mesma perspectiva, por exemplo, eu. Quero dizer, mesmo depois de todas aquelas aulas de Análises Instrumental, fórmulas, exercícios, preferi, digamos... olhar pro lado bom da vida. Lógico que eu só fui perceber como seria isso, alguns mesesdepois aquela prova final - Que me deixou noites sem dormir.


Eu ainda considero um espectro sendo "O conjunto de frequências eletromagnéticas", e que "Uma dessas faixas é  visível ao olho humano ou animal", mas vamos combinar que inventar algo especial pra "essas cores" é bem mais legal do que calcular um comprimento de onda, ou a frequência. 


- Você concorda comigo?  

- Olhar um arco-íris e imaginar o sobrevoando, e no final alcançar um enorme pote de ouro - Pra vc gastar horrores naquela loja perfeita? Sim, eu concordo!- Disse minha consciência enquanto eu estava digitando o parágrafo anterior. 

Mas... As coisas não são bem assim! E se um dia você -Ou eu- quiser alcançar o ouro, vai ter que vencer a maratona e passar pela prata e pelo bronze. Sem contar os treinamentos, os exercícios e quem sabe a prova final de Análise instrumental. 

Você percebeu que na imagem  há uma enorme variação de tonalidades para cada cor? 
Lembra-se das cores primárias? Secundárias? ou de qualquer combinação maluca que você já fez -Até mesmo ao tingir seu cabelo?

 Pois bem, lá na infância eu aprendi que as cores primárias são vermelho, amarelo e azul. e que as "seguintes" são combinações entre essas três. Aprendi também que você pode mudar o tom de uma tinta acrescentando as tintas brancas ou pretas - Que depois de alguns anos aprendi que não são cores, são na verdade a união de todas as cores, e a ausência de qualquer cor, respectivamente.   

Aonde quero chegar com tudo isso? Simples!... Eu apenas considero que cores são como as emoções que sentimos, desde os primeiros passos rumo ao pote de ouro, e até depois quando você estiver voltando de lá com um carrinho-de-mão cheiinho de fortuna. 

Por isso esta a escolha para o nome deste blog - Aquarela Rosa. Porquê nós mulheres temos dentro de nós um pouquinho de rosa - Independente do estilo de vida. E que as vezes ele se mistura com o branco, e as vezes com o preto, variando brutalmente de tom dependendo do que estamos vivendo ou sentindo no momento. E as vezes o "pedacinho cor-de-rosa de cada uma de nós muda muiiiito durante o dia.

   Mas iaê... Qual cor você está sentindo agora?


Bjs da Lari <3 font="">


Gostou do texto?
fofo né!
tem mais no blog da Lari, dá uma olhada!




Deixe um comentário